PROVA ONLINE
(EXPERIMENTAL)

SAIR

PARTE OBJETIVA

MEDICINA INTERNA (10 QUESTÕES)

1) Substância que NÃO causa broncoconstrição no asmático:

A. prostaglandina D2
B. tromboxane A2
C. prostaglandina E
D. prostaglandina 2-alfa
E. leucotrienas

    

 

2) Em relação à síndrome de Cushing, é correto afirmar, EXCETO.

A. Miopatia e estrias violácias de mais de 1cm de espessura são sinais de especificidade
B. Carcinoma medular de tiróide pode ser causa de síndrome de Cushing ACTH ectópico
C. Uma dosagem de cortisol sérica da meia-noite com o paciente acordado acima de 5 mcg/dl confirma o diagnóstico de síndrome de Cushing.
D. A maioria dos pacientes com doença de Cushing, quando submetidos ao teste do CRH, apresentam aumento de, pelo menos, 20% no cortisol sérico.
E. Cirurgia transfenoidal é o tratamento de escolha para os pacientes com doença de Cushing

    

 

3) O mecanismo de hiperemia reativa e um mecanismo de autoregulação coronaria de tipo:

A. metabolico
B. neural
C. hormonal
D. fisico
E. neuro-humoral

    

 

4) Sobre a insulinoterapia utilizada no diabetes mellitus tipo I é CORRETO afirmar que:

A. a intensividade da esquema insulinica é o principal fator de eficácia para o controle glicêmico
B. a insulina glargina (LANTUS) é exclusivamente indicada no tratamento de diabetes tipo I dos adultos, sendo o efeito dela imprevisível na infância e adolescência
C. a insulina lispro reflete um composto que é rapidamente absorvido, e atinge níveis sangüíneos máximos 30 a 70 minutos após uma injeção subcutânea
D. por causa de, praticamente, falta de efeitos secundares preconiza-se, no futuro, substituir a insulina injetável com a forma inalatória
E. a combinação de insulina regular com NPH ou insulina lenta garante um nivel basal de insulina que não aumenta muito, o que evita as crises noturnas de hipoglicemia

    

 

5) Importantes alterações do estilo de vida são impostas ás crianças com diabetes mellitus tipo I:

A. necessidade de atividades fisicas diárias
B. necessidades de reduzir o consumo de frutas e sucos de frutas
C. necessidade de diminuir o numero de horas de estudo
D. necessidade de monitorizar sua própria glicemia
E. necessidade de se manter longe de coletividades por causa do risco de infecções

    

 

6) Paciente com 34 anos de idade, masculino, é atendido em unidade de saúde com quadro de tosse produtiva há 3 semanas, febre vespertina e perda de peso. Exame de escarro indica presença de BAAR ++/IV e Rx de tórax apresentava imagem de consolidação de ápice direito com cavitação. Iniciado esquema I (esquema básico) para tuberculose. Dentre as alternativas abaixo referentes à patologia em questão,assinale a CORRETA:

A. Deve-se recomendar profilaxia com isoniazida a todos os moradores da casa, independentemente de idade, sexo ou co-morbidades. A gravidade a doença justifica o risco do uso de droga com alto potencial de toxicidade
B. O paciente deve permanecer nos primeiros 15 (quinze) dias em hospital de isolamento até que se reduza o risco de contágio para familiares e para sociedade.
C. Caso o paciente venha a referir urina avermelhada após introdução do esquema acima, deve-se investigar se esta havendo lesão renal pelo alto potencial de nefrotoxicidade das drogas deste esquema
D. Seguindo-se as recomendações de tratamento de tuberculose do ministério da saúde no brasil, caso este paciente venha a abandonar o tratamento por mais de 30 dias, ao se prescrever novamente esquema para tuberculose, estará indicado o uso do esquema i r (esquema básico reforçado), onde se utiliza a rifampicina + isoniazida + pirazinamida + etambutol por 2 meses, seguido de manutenção com rifampicina + isoniazida + etambutol por mais 4 meses.
E. Pela alta prevalência de Micobacterium avium no Brasil, somente o exame de escarro não autoriza o início de esquema para tuberculose, deve-se aguardar resultado de cultura para definição do real agente etiológico da doença pulmonar deste indivíduo.

    

 

7) Mulher de 36 anos apresenta-se com os sinais de Chvostek e Trousseau. Pode-se afirmar que se trata, mais provavelmente, de quadro de

A. hipocalemia.
B. hipofosfatemia.
C. hiponatremia.
D. hipocalcemia.
E. hipomagnessemia.

    

 

8) A presença de eritrócitos dismórficos no exame de urina sugere que a hematúria tem origem em doença:

A. túbulo intersticial renal
B. glomerular
C. ureteral
D. vesical
E. prostática.

    

 

9) A insulinoterapia intensiva consta em:

A. administrar múltiplas doses baixas de insulina com inicio rapido, em vez de utilizar duas ou tres doses de insulina com ação prolongada
B. intercalar doses pequenas de insulina de inicio e ação rapida na esquema classica com insulina NPH
C. automonitorização das doses de insulina
D. utilizar as bombas automaticas de insulina regular para adaptar sempre o nível da insulina ao taxa de glicose
E. utilizar esquemas de insulinoterapia adaptadas á quantidade de carboidratos nas refeições

    

 

10) Paciente 42 anos, alcoolista crônico, apresenta-se em consulta clínica em virtude de perda de peso e diminuição do apetite nos últimos meses. Ao exame físico: eritema palmar, telangiectasias em tronco e atrofia testicular. Após a realização de vários exames séricos, encontramos os seguintes parâmetros dos hormônios tireoidianos: TSH = 3,5 μU/ml, T4 total = 25 μU/ml e T3 total = 100 ng/ml. Qual o provável diagnóstico?

A. tireotoxicose por T3
B. síndrome do T3 reverso
C. aumento da TBG
D. tireoidite subaguda indolente
E. tireotoxicose factícia

    

 

CIRURGIA (10 QUESTÕES)

11) Sabe-se que a marca patológica característica da aterosclerose é a placa aterosclerótica. As componentes dela são:

A. células musculares lisas, carbonato de calcio, hemácias, polimorfonucleares
B. células musculares lisas, tecido conjuntivo (matriz), lipídios, células inflamatórias
C. fibroblastos, precipitato de calcio, trombocitos, monocitos
D. elastina, fibrinogenio, endotelio necrotico, colesterol
E. lipoproteinas de baixa densidade, fragmentos trombocitarios, filamentos de elastina, granulocitos

    

 

12) As possíveis complicações da linfografia incluem:

A. lesão dos linfáticos visualizados, reações alérgicas e embolia pulmonar
B. trombose venosa profunda, limfangita, adenopatia generalizata
C. infarto de miocardio, accidente vascular cerebral, embolia gordurosa
D. espasme arterial reflexo com isquêmia do membro inferior, gangrena iatrogena
E. septicemia, pneumonia, sindrome Raynaud

    

 

13) Homem de 65 anos, portador de hérnia inguinal recidivada bilateral vai submeter-se a hernioplastia pela técnica de Stoppa (técnica pré-peritoneal gigante). Qual dentre as alternativas abaixo é obrigatória?

A. anestesia geral
B. sondagem vesical de demora
C. drenagem do espaço de Retzius
D. drenagem do espaço de Bogros
E. antibiótico profilático

    

 

14) Sabe-se que o fluxo biliar tem uma associação linear com a secreção de ácido biliar, conhecida como fluxo biliar ácido-dependente. A causa provável do fluxo relacionado com a secreção do ácido biliar é:

A. as forças de osmose mântidas pelo acidos biliares
B. o resultado da secreção biliar de glutationa
C. os íons que acompanham os ácidos biliares (contraíons)
D. transporte ativo que requer ATP
E. alta concentração de colesterol

    

 

15) Os aneurismas inflamatorios são, tipicamente, uma camada rígida fibro-inflamatória densa aderente à:

A. um dos ureteres
B. quarta porção do duodeno
C. veia cava inferior
D. veia renal esquerda
E. rim em ferradura

    

 

16) Um escolar de 12 anos chega ao Pronto-Socorro com febre, manchas na pele e confusão mental há 6 horas. A freqüência respiratória é 25/min, a freqüência cardíaca é 180/min, a temperatura é 40,5ºC e a pressão arterial é 90x32mmHg. Os pulsos periféricos estão fracos e o tempo de enchimento capilar é de 7 segundos. Está torporoso e pouco responsivo a estímulos dolorosos. Manchas purpúricas estão disseminadas por todo o corpo. São medidas adequadas ao manuseio inicial do paciente, EXCETO:

A. provas de volume para restaurar a volemia
B. uso de betabloqueadores com o objetivo de diminuir o consumo de O2 miocárdico
C. uso de agentes alfa-agonistas no sentido de se obter um efeito inotrópico e vasoconstritor
D. uso de antibióticos para tratar a infecção presumida
E. monitorização invasiva das pressões arterial e venosa central.

    

 

17) A modalidade doagnostica de primeira escolha no caso de suspeita de um câncer gástrico com base na história e no exame físico é:

A. a radiologia gastrintestinal com bário de duplo contraste
B. a USE (ultrasonografia endoscopica
C. a endoscopia superior flexível
D. a computer-tomografia (TC)
E. a laparoscopia

    

 

18) Podem ser indicador valioso da reserva hepática limitada em alguns pacientes com testes de função hepática convencionais próximos à normalidade:

A. o teste do hidrogênio expirado
B. medida da pressão venosa hepática encunhada (Hepatic Venous Wedge Pressure — HVWP)
C. o teste de ureia marcada pelo carbono na respiração
D. teste de suor
E. teste de respiração da aminopirina

    

 

19) O triângulo de Calot é um importante repéro anatômico na cirurgia da vesícula biliar, pois é utilizado para identificar as estruturas, sendo composto por:

A. canal cístico, colédoco e borda inferior do fígado
B. artéria cística, colédoco e ducto cístico
C. canal cístico, artéria cística e borda inferior do fígado
D. canal cístico, hepático comum e artéria hepática
E. canal cístico, hepático comum e a borda inferior do fígado

    

 

20) Sobre o carcinoma espinocelular de esôfago e CORRETO afirmar que:

A. é localizado principalmente no esôfago subdiafragmatico
B. 30% são encontrados no terço distal do esôfago
C. suas celulas são cilindricas e organizadas pseudo-glandular
D. a localização no terço medio e rara, geralmente alcançando as regiôes proximas de esfincteres (superior ou inferior)
E. e uma forma menos invasiva, com prognostico melhor

    

 

PEDIATRIA (10 QUESTÕES)

21) No Brasil, além da Dengue, outras doenças causadas por vetores (arboviroses), tais como chikungunya e zika têm se destacado como importantes problemas de saúde pública. Em relação aos dados clínicos e laboratoriais característicos dessas doenças, assinale a alternativa correta:

A. Artralgia importante e icterícia são manifestações clínicas frequentes na febre chikungunya
B. Conjuntivite e exantema pruriginoso são sintomas mais característicos da zika
C. Na febre hemorrágica da dengue, o hemograma apresenta-se com anemia megaloblástica e plaquetopenia
D. A prova do laço é positiva nessas 3 arboviroses
E. Hipertrofia ganglionar não faz parte do quadro clínico dessas doenças.

    

 

22) A conduta que melhora a sobrevivência da criança no tratamento imediato do choque séptico é: (A) corticoides em bolo IV (B) fl uidoterapia agressiva (C) dopamina e dobutamina em infusão contínuas IV (D) antibioticoterapia (quinolonas) em doses dobradas IV oxigenioterapia

A. corticoides em bolo IV
B. fluidoterapia agressiva
C. dopamina e dobutamina em infusão contínuas IV
D. antibioticoterapia (quinolonas) em doses dobradas IV
E. oxigenioterapia

    

 

23) Menina com 7 anos de idade apresenta pesadelos durante o sono. Apresenta desenvolvimento neuropsicomotor normal para a idade e exame neurológico sem alterações. Em relação aos pesadelos, assinale a alternativa correta.

A. Ocorrem predominantemente na última terça parte do sono
B. Ocorrem igualmente em todas as fases do sono
C. O tratamento medicamentoso indicado é a melatonina
D. A incidência é rara na infância
E. Estão comumente associados a história familiar de pesadelo.

    

 

24) Lactente, 18 meses, sexo masculino, é levado à emergência por apresentar febre elevada de início súbito há 24 horas (39º C). Mãe refere que estava com discreta coriza, obstrução nasal e tosse há dois dias, mas que de repente, ficou mais prostrado com febre a cada quatro horas. Nega outras pessoas com mesmos sintomas. Exame físico: febril (39,8º C), hidratado, acianótico, prostrado, FR: 48 irpm, FC: 110 bpm, enchimento capilar: 2”, sat O2: 96%, MV audível universalmente, sem ruídos adventícios.Abdome: sem alterações.
Laboratório: Hm: 4.500.000 mm3, Hb: 13,5g/dL, Ht: 38%. Leucócitos: 6.200/mm3, bastões: 1%, segmentados: 35%, linfócitos: 42%, monócitos: 4%, VHS: 5 mm/1ª h. RX de tórax: normal. Nesse caso está indicado:

A. cefepime
B. oseltamivir
C. panciclovir
D. penicilina cristalina
E. vancomicina

    

 

25) É atualmente contraindicado no tratamento da criança com nasofaringite viral:

A. o uso de acetaminofeno
B. o uso de ácido acetilsalicílico
C. a instilação de soluções salinas isotônicas nas narinas
D. o uso de vaporizadores
E. o uso de dipirona

    

 

26) Adolescente previamente sadio apresenta quadro de pneumonia que se iniciou com mialgias e vem cursando com tosse pouco produtiva e persistente há três semanas. O exame laboratorial mais adequado para a elucidação do diagnóstico é:

A. crioaglutininas séricas
B. teste de afoiçamento de hemácias
C. precipitinas para Aspergillus
D. bilirrubinas séricas
E. teste do suor

    

 

27) Sobre a patogenia viral dos enterovirus não-polio é VERDADE:

A. a imunidade contra o enterovirus é sempre ineficiente, por causa da grande variabilidade genêtica do mesmo
B. em caso de infecção concomitante com dois tipos de enterovirus a replicação é mutualmente potencializada
C. a replicação do enterovirus danifica as células e libera os virions 2-3 dias depois a infecção
D. no faringe e no intestino a estrutura que permite a replicação viral é o macrofago tipo I
E. o virus consegue se adaptar e invadir a célula atraves de receptores improprios

    

 

28) Um recém-nascido a termo, nascido por um parto vaginal espontâneo, com índices de Apgar de 9 no primeiro minuto e 9 no quinto minuto de vida, possui um sopro sistólico de grau 2/6 na borda esternal esquerda no primeiro dia de vida. Ao ser reexaminado no quarto dia de vida, é constatado que o neonato possui má perfusão, pulsos fracos, hipotensão e choque. Qual a causa menos provável de choque neste neonato?

A. asfixia périnatal
B. septicemia
C. hipoglicemia
D. choque cardiogênico
E. miocardite

    

 

29) De acordo com o desenvolvimento normal do sistema linfóide, é raro encontrarmos no 1º ano de vida, o diagnóstico de:

A. laringite
B. otite média aguda
C. pneumonia
D. bronquiolite
E. amigdalite purulenta

    

 

30) Qual das desordens metabólicas se encontram em todas as formas de choque?

A. hipoglicemia
B. hiperglicemia
C. hipercalemia
D. acidose
E. cetose

    

 

OBSTETRICIA GINECOLOGIA (10 QUESTÕES)

31) Hemorragia na primeira metade de gestação pode ser causada pela:

I) mola hidatiforme
II) gravidez ectopica
III) aborto
IV) placenta praevia

São verdadeiras:

A. I, II, III, IV
B. I, II, III
C. II, III, IV
D. I, III, IV
E. apenas IV

    

 

32) Segundo os criterios do Hurs, se uma gestante apresenta dois sinais já pode ser considerada com hematoma retroplacentar, ao saber:

A. hipertensão e dor
B. dor e secreção purulenta
C. mudanças de BCF e dor
D. mudanças de BCF e amniorrexe
E. amniorrexe e anomalias de contração uterina

    

 

33) A endometriose é uma doença que afeta as mulheres na menacme, com maior incidência na 4ª década de vida, e se caracteriza por:

A. diagnóstico fácil através de exame ultra-sonográfico
B. tecido endometrial ectópico, não neoplásico, que nunca se prolifera
C. invasão do endométrio no miométrio, e que ocorre sempre nas multíparas
D. tecido semelhante ao endométrio, encontrado fora da cavidade uterina, não neoplásico
E. aparecimento de cistos de Sampson, com características de proliferação, cujo diagnóstico se faz pela ultra-sonografia

    

 

34) O mais frequente e arriscante incidente relacionado ao prematuro é:

A. o síndrome de angustia respiratoria do recém nascido
B. hemorragias capilares freqüentes
C. síndrome de coagulação intravascular disseminada
D. morte súbita
E. hipertensão intracraniana por hidrocefalia

    

 

35) Os exames complementares que possibilitam a avaliação da maturidade fetal são:

A. dopplerflluxometria da artéria umbilical e espectrofotometria do líquido amniótico
B. prova de Pose e dosagem do hormônio gonadotrófico coriônico
C. teste de Weiner e dosagem do hormônio gonadótrófico coriônico
D. teste de Clements e dosagem de fosfatidilglicerol
E. cardiotocografia basal e perfil biofísico fetal

    

 

36) Após a expulsão placentária no 4° período do parto, a hemostase uterina é assegurada pelo:

A. relaxamento uterino progressivo
B. mecanismo de Schultz
C. globo de Pinard
D. o pinçamento ou ligadura do cordão próximo à vulva
E. o leve torcimento da placenta na hora da descida

    

 

37) Sobre o descolamento prematuro de placenta e CORRETO afirmar que:

I) o início e súbito, grave desde o começo, contudo a hemorragia e oculta em 20% dos casos
II) o sofrimento fetal aparece tárdio
III) evolui invariavelmente com hipertonia uterina
IV) é evidente a associação com diabetes mellitus da gestante

São verdadeiras:

A. I, II, III, IV
B. I e III
C. II e IV
D. I e IV
E. II e III

    

 

38) No sindrome HELLP NÃO é um achado comum:

A. a queda do hematócrito
B. o aumento da bilirrubina total acima de 12 mg%
C. presença de esquizócitos no esfregaço de sangue periférico
D. transaminases acima de dois desvios padrões do nível normal
E. plaquetopenia varia entre 100.000 e 150.000/mm³

    

 

39) As seguintes afirmações são ERRADAS:

I)A grávida sente a contração uterina quando a pressão passa de 20 mm Hg;
II) A grávida sente dor quando a pressão passa de 30 mm Hg;
III) Uma contração demora 20 segundos.
IV) as contrações Braxton-Hicks aumenta em intensidade e frequência perto de termo

São verdadeiras:

A. apenas I e II
B. apenas II e III
C. apenas I e IV
D. somente III
E. somente IV

    

 

40) A torção aguda de um leiomioma uterino pediculado tem como principal sintoma:

A. crises doloridas intermitentes
B. dor crônico e perdas de sangue escuro
C. sintomatologia de abdôme agudo
D. dores explosivos, violentos, com metrorragias fétidas
E. nevralgia isquiática

    

 

 

SAUDE PUBLICA (10 QUESTÕES)

41) Quais são os principais referenciais bioéticos da bioética principialista de James Childress e Tom Beauchamp?

A. Autonomia, solidariedade, beneficência e não maleficência
B. Solidariedade, beneficência, equidade e não maleficência
C. Justiça, não maleficência, autonomia e beneficência
D. Direitos humanos, beneficência, não maleficência e autonomia
E. Beneficência, não maleficência, vulnerabilidade e autonomia.

    

 

42) Em um determinado município de 50 000 habitantes, há várias empresas do ramo da cerâmica, sem qualquer sistema de exaustão. Seus trabalhadores queixam-se da presença de grande quantidade de poeira. Assinale a alternativa correta.

A. A Secretaria Municipal de Saúde é responsável pela assistência ao trabalhador e deve solicitar aos representantes da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego a intervenção no ambiente de trabalho.
B. A assistência ao trabalhador é de atribuição da Secretaria Municipal de Saúde e a intervenção no ambiente de trabalho é de responsabilidade dos órgãos de vigilância da esfera estadual.
C. A Secretaria Municipal de Saúde deve planejar ações de assistência e de vigilância, identificar as necessidades de retaguarda de especialidades e buscá-las no processo de pactuação regional.
D. O SUS municipal é responsável apenas pela assistência de urgência, cabendo à representação regional da Secretaria de Estado da Saúde a avaliação periódica e o acompanhamento dos trabalhadores.
E. O SUS municipal é responsável pela atenção básica e, no caso de diagnóstico de doenças ocupacionais, os pacientes doentes devem ser, necessariamente, acompanhados e monitorados por ambulatórios especializados na jurisdição do município.

    

 

43) Segundo o Ministério da Saúde, de 2002 a 2004, houve redução da mortalidade infantil de 9,9% no país. Entre os estados que tiveram taxa de mortalidade infantil menor que a média nacional estão São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Você conclui que:

A. os dados nesses estados são mais fidedignos do que em outros.
B. os hospitais de maior complexidade devem ser mais numerosos e de melhor qualidade nesses estados.
C. as condições de vida, o acesso e a qualidade das ações e serviços de saúde devem ser melhores nesses estados.
D. a taxa de mortalidade proporcional por doenças infecciosas certamente é menor também nesses estados.
E. os coeficientes de letalidade das meningites, diarréias, câncer de pâncreas e tuberculose devem ser menores nesses estados.

    

 

44) Um comitê de investigação de morte materna que investiga as mortes maternas hospitalares no período de 1 ano é um exemplo de investigação:

A. caso-controle
B. coortes
C. de casos
D. transversal prospectiva
E. de intervenção

    

 

45) Voce e medico de plantão e recebe um paciente masculino, 65 anos. Há 35 anos, sabia ser hipertenso e não fez tratamento. Há dois anos, começou a apresentar dispnéia de esforço. Foi ao médico, que diagnosticou hipertensão arterial e cardiopatia hipertensiva, e iniciou o tratamento. Há dois meses, insuficiência cardíaca congestiva e, hoje, teve edema agudo de pulmão, falecendo após 5 horas. Há dois meses, foi diagnosticado câncer de próstata. Na rubrica 1. d. da declaração do obito vai completar a seguinte:

A. hipertensão arterial
B. edema aguda de pulmão
C. cardiopatia congestiva
D. neoplasia de prostata
E. insuficiencia cardíaca hipertensa

    

 

46) Das enfermidades abaixo, não constitui uma endemia:

A. o pênfigo foliáceo
B. a dengue
C. o pénfigo vulgar
D. tuberculose
E. carcinoma espino celular

    

 

47) Um grupo de alunos decide fazer uma avaliação de prevalencia do diagnostico de pneumonia em uma unidade de saude. Para tal tarefa estudam os registros de atendimento realizado no local no mes anterior. este e um estudo:

A. transversal com dados primarios
B. de coorte com dados primarios
C. de caso-controle com dados secundarios
D. longitudinal com dados secundarios
E. transversal com dados secundarios

    

 

48) Em uma comunidade com 1.000 adultos, um exame clínico inicial revela que 250 pessoas apresentam diabetes. Todos os adultos são acompanhados por 2 anos. Neste período, 50 adultos desenvolvem a doença. A incidência acumulada de diabetes é de:

A. 50/250
B. 50/1.000
C. 50/750
D. 250/1 .000
E. 300/1 .000

    

 

49) Considerando-se uma doença cuja incidência e prevalência têm se mantido constantes, um súbito aumento da duração da doença pode ter como conseqüência:

A. aumento da incidência
B. redução da incidência
C. aumento da prevalência
D. redução da prevalência
E. redução na prevalência, mesmo com aumento na incidência

    

 

50) Ser doente crônico não implica necessariamente ter uma doença crônica. O mecanismo psíquico do doente crônico implica na tríade psicodinâmica:

A. Dependência, regressão e passividade
B. Regressão, negação e agressividade
C. Regressão, passividade e depressão
D. Dependência, negativismo e solidão
E. Negativismo, regressão e agressão

    

 

 

SAIR