PROVA ONLINE
(EXPERIMENTAL)

SAIR

PARTE OBJETIVA

MEDICINA INTERNA (10 QUESTÕES)

1) No Brasil, a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações recomenda aplicar a vacina contra o sarampo rotineiramente sob o seguinte esquema: 

A. uma dose da vacina imediatamente pós parto, e outra dose entre 12 e 15 meses
B. a primeira dose de vacina combinada (caxumba, sarampo, rubéola) repetida ás 4, 6 e 12 meses de idade
C. uma dose da vacina a partir dos 12 meses de idade, preferentemente com a vacina na forma combinada de sarampo, caxumba e rubéola, e outra dose entre 4 e 6 anos de idade
D. uma dose ás 15 meses, repetida, se for necessario, em caso de contagio ou epidemia
E. duas doses com intervalo de 4 meses entre elas, no primeiro ano de vida, em seguida somente se for necessario, um reforço ás 12 anos de idade

    

 

2) Sobre o cilostazol podemos afirmar que:

A. é um antiagregante plaquetário
B. o tratamento deve ser suspenso se o paciente apresentar cefaléia
C. a absorção é diminuida se o paciente consumir alimentos gordurosos
D. o efeito predominante é vasodilatator cerebral
E. pode ser administrado durante a gravidéz

    

 

3) A anemia Fanconi costuma manifestar-se entre:

A. quinze e dezenove anos de idade
B. cinco e nove anos de idade
C. cinco e nove meses de idade
D. acima de cinquenta anos
E. em qualquer idade

    

 

4) No tratamento do diabetes mellitus tipo I da criança é ERRADO:

A. descer a glicose abaixo de 180 mg/dL (10 mmol/L)
B. utilizar a escala classica de desidratação da diarréia para a avaliação da criança com perda de liquidos devido á coma cetoacidotica
C. utilizar bombas insulinicas no tratamento do diabetes das crianças
D. aceitar 'compromissos' terapêuticas com duas injeções insulinicas diárias por motivo que os pais ser incapazes de aplicar injeções quatro vezes por dia
E. admininstrar insulina glargina para tratar uma criança de 9 anos de idade

    

 

5) Sobre o agente etiologico da dengue e CORRETO afirmar que:

A. é um virus que pertence a familia arbovirus, genero Flaviviridae
B. e composto de uma espiral dupla de DNA
C. possui 16 serotipos
D. e transmitido por mosquitos da espécie Anopheles
E. nenhuma das acima

    

 

6) O exame Rx e util no hipotireoidismo em caso de:

A. suspeita de microdenoma hipofisário
B. hipotireoidismo associado ao bócio subesternal
C. tireoidite autoimune
D. nodulo tireoidiano
E. suspeita de trauma crico-tireoidiana

    

 

7) Os reticulócitos:

A. são menores que a hemácia
B. têm baixa síntese de hemoglobina
C. resultam da divisão do eritroblasto ortocromatico
D. a presença em alto numero no sangue significa diseritropoese
E. têm grânulos citoplasmaticas que incluem organelas condensadas e agregadas

    

 

8) As complicações abdominais da paracoccidiomicose podem incluir:

A. peritonite asseptica
B. icterícia colestática e pancreatite aguda
C. perfuração de orgão cavitário
D. duodenite com refluxo
E. hemorragias digestivas superiores

    

 

9) O virus do sarampo:

A. é destruido de temperaturas baixas
B. a ação dele resuma-se num efeito citolitico
C. infecção em macacos é possível
D. sobrevive até 20 dias no meio ambiente
E. não possui envelope

    

 

10) O que mais tem importãncia em possibilitar a infecção viral com HIV é:

A. a transcriptase reversa, a protease e a integrase
B. a camada constituída pela proteína P17
C. o envelope viral
D. o capsideo
E. o genoma tipo DNA

    

 

CIRURGIA (10 QUESTÕES)

11) Sobre os divertículos de Zenker é correto afirmar, EXCETO:

A. a cirurgia consiste na ressecção do divertículo e na miotomia do músculo cricofaríngeo
B. o grampeamento e secção do septo entre o divertículo e o esôfago cervical pode ser realizado por via endoscópica
C. a regurgitação freqüente leva a quadros de aspiração seguidos de irritação traqueobrônquica e pneumonias
D. a disfagia é o sintoma mais comum e não depende do tamanho do divertículo
E. raras complicações incluem perfuração, sangramento e carcinoma.

    

 

12) Investigação invasiva que pode delinear a anatomia vascular, permitindo reconstruções tridimensionais, têm indicação específica na dissecção e doença aneurismática da aorta. Tem utilidade limitada na doença oclusiva aortoilíaca ou infra-inguinal. As caracteristicas pertecem á (ao):

A. angiografía por ressonância magnética
B. angiotomografia helicoidal com contraste
C. duplex scan
D. pletismografia
E. tecnica de pressão segmentar

    

 

13) Um paciente com queixa de perda visual indolor, unilateral, com um quadro oftalmoscópio de hemorragias retinianias difusas em todo os quadrantes, veias dilatadas e tortuosas, edema de retina e portador de hipertensão arterial é provavelmente portador de:

A. Oclusão de veia central de retina
B. Coriorretinopatia serosa central
C. Degeneração macular relacionada a idade
D. Edema macular
E. Deslocação de coróide

    

 

14) A tecnica de reconstrucção esofâgica mais utilizada pós-esofagectomia:

A. protese de metacrilato
B. interposição gastrica
C. substituição com alça ileal
D. interposição de duodeno
E. anastomose em 'Y'

    

 

15) As substâncias que podem inibir as fases iniciais da cicatrização são:

A. corticosteróides
B. vitaminas do complexo B
C. zinco e cobre
D. vitaminas A e C
E. sulfadiazina de prata

    

 

16) Para confirmar o diagnostico de estenose mitral e suficiente qual achado diagnostico?

A. calcificações na area cardíaca na radiografia de torax
B. velocidade muito alta do fluxo sanguíneo através da válvula pela ecocardiografia Doppler
C. componente pulmonar da segunda bulha (BII) hiperfonético audível na fonocardiograma
D. cefalização do fluxo sanguíneo pulmonar na computer-tomografia de torax
E. pressão final diastolica ventricular esquerda de 5 mm Hg medida no cateterismo

    

 

17) Qual o elemento estrutural determinante na diferenciação anatômica entre as hérnias inguinais direta e indireta?

A. triângulo de Hasselbach
B. ânulo inguinal profundo
C. ligamento de Cooper (ileopectíneo)
D. ligamento de Poupart (inguinal)
E. vasos epigástricos inferiores

    

 

18) Sobre um paciente que sofre de claudicação arterial de esforço, sem dores de repouso e FALSA a seguinte afirmação:

A. apresenta baixo risco de perda do membro
B. Aapresenta baixo risco de mortalidade cardiovascular
C. tem 20% a 30% risco de chegar à operação dentro de cinco anos
D. tem distribuição inadequada do oxigénio durante o esforço
E. pode houver melhora dos sintomas só com o tratamento conservador

    

 

19) Qual é a enzima hepatica cuja síntese e induzida pelo consumo de alcool:

A. fosfatase alcalina
B. alanina aminotransferase (AAT)
C. aspartato aminotransferase (AST)
D. 5' - nucleotidase
E. γ - glutamil transpeptidase (GGT)

    

 

20) Sinal de Cullen (equimose em torno do umbigo) é compatível com:

I) hemoperitônio
II) pancreatite aguda
III) gestação ectópica
IV) ruptura de duodeno

São verdadeiras:

A. apenas I, II e III
B. apenas I e III
C. apenas II e IV
D. apenas III, III e IV
E. apenas II

    

 

PEDIATRIA (10 QUESTÕES)

21) Broncopneumonia em lactente com seis meses de idade apresenta como agentes etiológicos principais:

A. S. aureus, Gram-negativo, Estreptococo do grupo B
B. Streptococcus pneumoniae, H. influenzae, Moraxella
C. Chlamydia, Mycoplasma, Ureaplasma
D. H. influenzae, S. pneumoniae, vírus
E. Vírus Sincicial Respiratório, Listeria, S. pneumoniae

    

 

22) No Brasil, o calendário de vacinação 2000/2001 do Ministério da Saúde inclui, como rotina para menores de 12 anos, em algumas regiões, a vacinação contra:

A. hepatite C
B. meningococcia
C. influenza
D. febre amarela
E. dengue

    

 

23) É indicação de tomografia de crânio em crianças menores de 2 anos:

A. Glasgow < 15 e/ou sinais de fratura do crânio
B. Glasgow < 15 e/ou cefaleia intensa
C. Mais de 6 episódios de vômitos por hora
D. Em qualquer tipo de trauma, independente de seu mecanismo
E. Queda de 3 degraus da escada.

    

 

24) Uma mãe leva seu filho de 16 anos de idade, que possui doença falciforme, ao departamento de emergência com 'dificuldade em respirar'. Ele estava bem até aproximadamente 1 semana atrás, quando começou a apresentar dor bilateral nas pernas e braços, que são os sítios habituais de dor falciforme. Ele estava tomando ibuprofeno e codeína em casa com algum alívio da dor. A dor piorou na noite anterior, e ele também começou a ter febre de 38,6°C. Nesta manhã, ele começou a ter dor torácica e dificuldade em efetuar respirações profundas e, por esta razão, sua mãe o trouxe ao pronto-socorro. O paciente teve várias outras internações decorrentes da doença falciforme para controle de dor nas crises vaso- oclusivas. Ele nunca recebeu uma transfusão sanguínea. No exame físico, o paciente está acordado e alerta, porém claramente em dor. Suas estão bilateralmente ictéricas. Ele apresenta um sopro sistólico de ejeção 3/6 e sons respiratórios reduzidos na base do pulmão direito. O restante de seu exame está normal. A contagem de leucócitos do paciente é de 16.5007uL, com uma hemoglobina de 6,5 g/dL e uma contagem de plaquetas de 426.0007uL Seu diferencial possui 65% de neutrófilos, 25% de linfócitos, 8% de monócitos e 2% de eosinófilos. A contagem de reticulócitos é de 18,6%. Uma radiografia torácica revela um pequeno infiltrado no lobo inferior direito do pulmão.
Neste momento, o paciente provavelmente possui qual das complicações da doença falciforme?

A. sequestro esplénico
B. crise aplásica
C. priapismo
D. síndrome aguda do tórax
E. infarto esplénico

    

 

25) Admitindo-se esquema vacinal prévio completo, no Estado de São Paulo, aos 12 meses de idade, a criança deve receber vacina contra:

A. febre amarela .
B. poliomielite.
C. rotavírus humano e poliomielite.
D. sarampo, caxumba e rubéola.
E. hepatite A e B.

    

 

26) O tratamento correto da eczema herpética consta em:

A. longos banhos de imersão em uma banheira com água quente
B. banhos diários curtos em água morna
C. uso regular de sabonetes antibacterianos
D. evitar o uso de lubrificantes tópicos
E. limitação dos banhos para uma vez por semana com uma imersão de 30 minutos

    

 

27) Menino, 2 anos, com sintomas gripais há alguns dias e, há 36 horas, com dor de ouvido, febre, irritabilidade e choro fácil. Exame físico: obstrução nasal e otoscopia com perda de brilho bilateral, aumento de vascularização e abaulamento à esquerda. A conduta mais apropriada é:

A. colher hemograma e de acordo com o resultado indicar antibioticoterapia
B. prescrever diclofenaco e reavaliar após 24 horas
C. prescrever acetaminofeno, soro fisiológico nasal e amoxicilina
D. prescrever diclofenaco, soro fisiológico nasal e amoxicilina
E. prescrever solução otológica contendo antibiótico e anestésico e soro fisiológico nasal

    

 

28) Um infante de 6 semanas de idade apresenta um sopro cardíaco e um histórico de inapetência, diaforese e taquipneia. No exame, ele está brincalhão, mas os pais contam que ele fica muito irritado e chora sem parar durante a amamentação. Na consulta, apresenta-se taquipneico, com um sopro sistólico regurgitante de grau 2/6 de predominância na borda esternal esquerda média, com hepatomegalia, crepitações, chiados intermitentes, extremidades frias com pulsos distais normais e um precórdio ativo.
Sobre esse caso é correto afirmar as seguintes, EXCETO:

A. a criança apresenta sinais de insuficiência cardíaca congestiva
B. a ECG de 12 derivações é util para excluir/determinar a ocorrência de eventos isquemicos
C. a etiologia menos provável para essa idade é o defeito de septo interventricular
D. o choro e a irritabilidade durante a amamentação pode sugerir uma má-formação coronariana
E. o exame radiológico de tórax é indicado para estimar a eventual existência da cardiomegalia

    

 

29) Lactente de seis meses é levado ao pediatra pela primeira vez. Nunca realizou exames e sua vacinação está atrasada. Sua mãe informa que ele ficou um pouco “amarelinho” até quase dois meses de idade, tem muita dificuldade para mamar, se engasgando com frequência, e passa muitos dias sem evacuar. O exame físico mostra fontanela bregmática ampla, hipotonia, macroglossia, hérnia umbilical e pele seca. Desenvolvimento neuropsicomotor: não sustenta a cabeça, não pega objetos e não sorri quando estimulado. Diante desse caso, a patologia que deve ser imediatamente investigada é:

A. fenilcetonúria
B. hipotireoidismo
C. infecção congênita
D. deficiência de cortisol
E. incompatibilidade Rh

    

 

30) Um menino de 4 meses de idade desde há 2 meses, quando a mãe voltou a trabalhar fora, fica aos cuidados da avó, que oferece a criança apenas os alimentos que dispõe no sítio onde mora. O cardápio compõe-se de leite de cabra batido com banana, 250 ml 3 x /dia, 2 refeições de sal, sendo uma com arroz e feijão amassados e outra canja de galinha; sobremesa curau; 3 x /semana recebe um ovo cozido, cenoura e chuchu. O aleitamento materno, que foi exclusivo até o segundo mês; está reduzido a uma mamada noturna. A criança vem mantendo curvas de peso e estatura entre os percentis 50 e 75. Você orientaria a mãe para:

A. tentar a relactação, voltando ao aleitamento materno exclusivo, deixando o emprego ou procurando outro compatível com a amamentação
B. manter a alimentação como está
C. manter a alimentação, apenas substituindo o leite de cabra por leite de vaca
D. retirar o ovo da dieta, tendo em vista a possibilidade de seu efeito alergênico nessa faixa etária
E. nenhuma das alternativas anteriores está correta

    

 

OBSTETRICIA GINECOLOGIA (10 QUESTÕES)

31) Indiquem a afirmação VERDADEIRA dás seguintes enumeradas abaixo:

A. em repouso, o tonus muscular uterino e zero
B. depois o parto as contrações não são mais doloridas, isto sendo explicado pela baixa intensidade das contrações intrauterinas pós-parto
C. é mandatoria a tricotomia e a enteroclise antes do parto
D. na fase ativa do parto e suficiente e até indica-se um toque a cada hora
E. a escuta do coração do feto e mandatória de 15 em 15 minutos depois que as contrações viram doloridas

    

 

32) A escolha do tratamento na gestação ectopica NÃO depende de:

A. idade da gravida
B. estado hemodinâmico da paciente
C. desejo de gestação posterior
D. grau de evolução da prenhez ectópica
E. localização

    

 

33) Podemos considerar como amenorreica:

A. uma moça de 12 anos que ainda não teve menarca
B. uma moça de 14 anos em que houve já a menarca, mas depois isso parou de menstruar
C. uma mulher que ja teve varias vezes ciclo menstrual e parou de mais de 45 dias
D. uma moça de 16 anos que nunca não teve ciclo menstrual
E. nenhum dos casos acima enumerados

    

 

34) Os exames complementares que possibilitam a avaliação da maturidade fetal são:

A. dopplerflluxometria da artéria umbilical e espectrofotometria do líquido amniótico
B. prova de Pose e dosagem do hormônio gonadotrófico coriônico
C. teste de Weiner e dosagem do hormônio gonadótrófico coriônico
D. teste de Clements e dosagem de fosfatidilglicerol
E. cardiotocografia basal e perfil biofísico fetal

    

 

35) A hemorragia puerperal pode causar as seguintes, EXCETO:

A. Anemia
B. Choque hipovolêmico
C. Necrose tubular aguda
D. Distúrbio de lactação
E. Deslizamento placentário tipo Duncan

    

 

36) Em casos menos graves de pré-eclampsia, o retardamento do parto pode ser adotado para se obter maior maturidade fetal. Tal conduta deve ser considerada nas seguintes situações, EXCETO:

A. a pré-eclâmpsia se desenvolver depois da 32ª semana
B. a hipertensão for discreta/moderada
C. as funções renal e hepática forem estáveis
D. não houver distúrbios da coagulação
E. não houver sofrimento fetal

    

 

37) Durante o 1° período do trabalho de parto, ocorrem modificações cervicais que acarretam a dilatação do colo. Nesse processo, predomina:

A. atividade de colagenases e de elastases
B. esforço da paciente no sentido de aumentar a pressão de contração
C. liberação hormonal fetal de ocitocina.
D. pressão do pólo cefálico sobre o colo
E. a distensão perineal máxima

    

 

38) Paciente com 60 anos de idade, em tratamento de reposição hormonal com esquema combinado contínuo, apresenta perda sangüínea irregular há 2 semanas. A primeira conduta a ser tomada é:

A. trocar a medicação para estrogênio isolado;
B. trocar para esquema combinado cíclico;
C. fazer biopsia endometrial ambulatorial;
D. submetê-la a curetagem uterina fracionada;
E. suspender a medicação e observar por 6 meses.

    

 

39) A necrobióse asseptica da leiomioma tem como sintomas principais:

A. dores explosivos, violentos, com metrorragias fétidas
B. dores pélvicos difusas e perdas de sangue vivo
C. na apalpação, o achado é de fibroma com mobilidade consideravelmente reduzida
D. reução consideravel de peristalse intestinal, suboclusão
E. febre 38-38,5 C com fácies subicterico

    

 

40) Durante a descida da apresentação cefálica fletida que se insinua em oblíqua posterior, o arco de círculo que deve descrever para chegar ao desprendimento é de:

A. 45 graus
B. 75 graus
C. 90 graus
D. 135 graus
E. 180 graus

    

 

 

SAUDE PUBLICA (10 QUESTÕES)

41) Processo particular de expressão das condições de vida de uma sociedade, representando as diferentes qualidades do processo vital e as diferentes competências para enfrentar desafios, agressões, conflitos, mudança. Tem uma dupla e contraditória natureza: biológica e psicológica. Trata-se de:

A. Processo saúde-doença.
B. Processo transmissão.
C. Processo diagnóstico.
D. Processo terapêutico.
E. N.R.A.

    

 

42) Com respeito ao orçamento da saúde, é correto afirmar que:

A. é o instrumento fundamental da gestão financeira do sistema, pois registra todas as transações realizadas que envolvam valores monetários, passíveis de serem auditadas;
B. é um instrumento importante para a auditoria operacional, pois ele mede o quanto foi gasto com cada serviço de saúde;
C. é um documento importante para a auditoria do SUS, elaborado e aprovado pelos Conselhos de Saúde;
D. é o documento capaz de gerar os pagamentos dos procedimentos hospitalares da Secretaria de Saúde;
E. é um documento utilizado pela auditoria, pois traduz em recursos monetários a programação de ações e serviços de saúde dos órgãos públicos de saúde efetuada para o exercício correspondente.

    

 

43) As ações e serviços de saúde do SUS:

A. são executadas diretamente por ele, obrigatoriamente;
B. têm participação prioritária da iniciativa privada;
C. são organizados de forma centralizada, não regionalizada;
D. têm organização hierarquizada em níveis de complexidade crescente;
E. só podem ser executados através da iniciativa privada.

    

 

44) A responsabilidade do Poder Público em relação à saúde:

A. é exclusiva;
B. é privativa;
C. é concorrente;
D. não exclui o papel da família, da comunidade e dos próprios indivíduos;
E. exclui o papel da sociedade.

    

 

45) Definimos o óbito como:

A. a morte que ocorre no hospital, após o registro do paciente, independentemente do tempo de internação.
B. a morte cuja causa básica é uma doença ou um estado mórbido
C. o desaparecimento permanente de todo sinal de vida, em um momento qualquer depois do nascimento, sem possibilidade de ressuscitação
D. a morte que sobrevém em paciente que não teve assistência médica, durante a doença
E. a morte que decorre de uma lesão provocada por violência (homicídio, suicídio, acidente ou morte suspeita), qualquer que seja o tempo decorrido entre o evento e o óbito.

    

 

46) Em uma população de 600 trabalhadores rurais a técnica de referência para diagnóstico de blastomicose revelou 100 portadores dessa patologia. Nessa mesma população, foi aplicado um novo tipo de exame, também para detectar blastomicose, que revelou 80 resultados positivos entre os portadores de blastomicose e 360 resultados negativos entre os trabalhadores sem blastomicose. Se você aplicar esse novo teste diagnóstico em uma população de 800 trabalhadores, porém de outra localidade rural, sendo 150 pacientes sabidamente portadores de blastomicose, qual será a chance do resultado positivo estar correto?

A. 0,72
B. 0,40
C. 0,66
D. 0,80
E. nenhuma das respostas anteriores

    

 

47) Sobre a Curva de Nelson Moraes, indique a assertiva correta:

A. para a construção da Curva utilizamos os seguintes grupos etários: menores de 1 ano; 1 a 4 anos; 5 a 19 anos; 20 a 49 anos e maiores de 50 anos
B. a curva do Tipo 3 indica nível de saúde regular e tem forma de jota invertido
C. a curva do Tipo 2 indica nível de saúde baixo e tem forma de J
D. a curva do Tipo 4 indica nível de saúde elevado, aonde os óbitos predominam entre 20 e 49 anos
E. para calcular a Curva utilizamos no numerador os seguintes grupos etários: menores de 1 ano; 1 a 4 anos; 5 a 19 anos; 20 a 49 anos e maiores de 50 anos. E no denominador o número total de habitantes no mesmo local e período

    

 

48) A medida principal proposta pela Reforma Sanitária foi:

A. uma nítida separação entre a prevenção e a cura
B. pagamento indireto (pelas empresas) através de serviços próprios, conveniados ou comprados no mercado
C. a diversificação das formas de remuneração dos serviços de saude
D. a assistência médica curativa financiada pelas empresas e seus empregados
E. a criação de um fundo único de saúde, público, capaz de financiar as ações tanto preventivas quanto curativas

    

 

49) É correto afirmar que:

A. toda pessoa tem o direito de obter informações e esclarecimentos sobre assuntos pertinentes às ações e aos serviços de saúde, desde que faça um requerimento formal explicitando os motivos de sua solicitação.
B. as ações e os serviços de saúde abrangem o meio ambiente, os locais públicos e de trabalho, e os produtos, os procedimentos, os processos, os métodos e as técnicas relacionados à saúde.
C. o Código de Saúde e o Código Sanitário no estado de São Paulo não abrangem as ações e serviços de saúde da iniciativa privada.
D. eventuais danos causados ao indivíduo ou à coletividade por um agente público são de responsabilidade de seu conselho regional de classe.
E. os planos de saúde dos estados e dos municípios devem ser de conhecimento dos respectivos conselhos de saúde, que antes de aprová-los, devem realizar um plebiscito.

    

 

50) Segundo o Ministério da Saúde, de 2002 a 2004, houve redução da mortalidade infantil de 9,9% no país. Entre os estados que tiveram taxa de mortalidade infantil menor que a média nacional estão São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Você conclui que:

A. os dados nesses estados são mais fidedignos do que em outros.
B. os hospitais de maior complexidade devem ser mais numerosos e de melhor qualidade nesses estados.
C. as condições de vida, o acesso e a qualidade das ações e serviços de saúde devem ser melhores nesses estados.
D. a taxa de mortalidade proporcional por doenças infecciosas certamente é menor também nesses estados.
E. os coeficientes de letalidade das meningites, diarréias, câncer de pâncreas e tuberculose devem ser menores nesses estados.

    

 

 

SAIR